Como trabalhar a habilidade de Identificar letras do alfabeto.

 Professor(a), identificados os alunos que ainda não reconhecem o próprio nome, consideramos importante planejar atividades que desenvolvam essa habilidade. Como já é conhecido nos estudos sobre alfabetização, o nome deve ser visto como o primeiro texto a ser considerado quando se pretende ajudar alguém a ler e a escrever. 
A utilização de crachás, telhadinhos, varal com saquinhos contendo o nome de cada aluno (para guardar produções), jogos de letras móveis do nome, entre outros recursos, contribui, significativamente, para o desenvolvimento dessa habilidade simples e inicial. 
Escrever o seu primeiro nome sem apoio.
Perceber que podemos representar, com a escrita, o que falamos ou pensamos, constitui-se em etapa das mais importantes no processo de alfabetização. 
É fundamental que a criança descubra o que a escrita representa e o que se pode representar a partir dela. 
Por isso, ao organizar suas aulas, verifique o que as crianças sabem a respeito da escrita e observe se conseguem perceber as relações entre as marcas de oralidade e a escrita. Proponha situações em que as crianças necessitem fazer representações. Dentre várias possibilidades, você pode solicitar que
• mostrem para você os personagens de que mais gostam, utilizando papel, lápis grafite e lápis colorido (depois que terminarem, peça que cada criança fale sobre o que representou. Observe as escolhas que fizeram entre utilizar a escrita, símbolos ou desenhos. Junto com as crianças, organize as produções, agrupando-as a partir da forma de representação escolhida individualmente: escrita, desenhos, símbolos ou desenho e escrita, entre outras);
•escrevam algo para você (pode ser os nomes de alguns personagens citados pelos colegas ou os nomes de alguns animais indicados por você ou escolhidos pelos alunos, para que se observe como cada criança procederá. 
O importante é que o ato de escrever tenha um sentido, uma motivação e a atividade esteja vinculada a algum assunto desenvolvido em sala de aula). 
Ao observar a escrita de cada aluno, analise se eles já utilizam convenções da escrita e de que maneira o fazem. Valide e valorize todas as formas de representação apresentadas pelas crianças e as ajude a avançar no que for necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *