Diversos textos com atividades 5º ano



SORRISAL


26 gotas de sorriso
10 colhres de gargalhadas
1 vidro de xarope de felicidade
1 colher de sopa de alegria

Misture todos os ingredientes e coloque dentro de um vidro em forma de coração.
Dar uma colherzinha de café depois de cada tristeza.

1 – O texto acima é
(A) uma piada.                     (C) uma receita.
(B) uma lista.                                   (D) um poema. 

2 – O texto é uma receita para curar a
(A) alegria.                (C) tristeza.
(B) doença.               (D) dor.

Os gigantes marinhos
A baleia-azul é o maior animal do mundo.
Ela é tão comprida quanto quatro ônibus e mais pesada que vinte elefantes!
Os golfinhos são cetáceos - mamíferos que vivem na água – como as baleias. Mas são muito menores que elas.

Mini – Larousse dos Golfinhos e Baleias. São Paulo: Larousse do Brasil, 2003.
3 – O assunto principal do texto é
(A) os maiores mamíferos que vivem na água.
(B) a vida dos golfinhos.
(C) a vida das baleias.
(D) como as baleias se alimentam.

Leia os textos abaixo.

Convidamos os alunos para participarem da Infância Missionária na Escola Osmar.
Contamos com a participação de todos.
Tia Iêda.

Senhor Nonato,
Assim que chegar, gostaria de recebê-lo na secretaria para conversarmos melhor sobre sua prosposta de redução de gastos dos materiais de limpeza usados na escola.
Cordial abraço
Zalina.


4 – A seqüência dos gêneros textuais acima é
(A) anúncio e carta.    (C) convite e carta.
(B) convite e bilhete.  (D) poema e bilhete.


5 – “Assim que chegar, gostaria de recebê-lo, a palavra grifada se refere
(A) a Zalina.                 (C) ao Senhor Nonato.
(B) ao assunto.            (D) a escola.

Texto do caipira
            O caipira andava ao longo da estrada seguido de dez cavalos. Nisso, veio um automóvel e o motorista gritou para o caipira:
            - Você tem dez. Mas eu tenho duzentos e cinqüenta cavalos! – E – vrruuum! – saiu em disparada!
            O caipira continuou seu passo. E lá na frente estava o carro virado dentro do rio, ao lado da ponte.
            Aí, o caipira falou pro motorista:
            - Oi, cumpadre! Dando água pra tropa, é?

Trecho retirado do livro “As últimas anedotinhas do bichinho de maçã”, de Ziraldo.

6 –  O humor do texto está na frase que diz
(A) “Mas eu tenho duzentos e cinqüenta cavalos!”.
(B) ”Você tem dez.”
(C) “—Oi, cumpadre! Dando água aos cavalos!”
(D) “Lá na frente estava o carro virado dentro do rio”.

Prezado Senhor,
Comunicamos que já foi providenciado o encerramento da sua conta corrente, conforme sua solicitação.
Colocamos a nossa equipe à sua disposição para esclarecer possíveis dúvidas.
Atenciosamente,

Édson Perin
Superintendente Comercial

7 – A pessoa que enviou a carta poderia fazer outra muito semelhante para
(A) contar como foram as férias.
(B) matar a saudade do filho ausente.
(C) comunicar o fechamento da loja.
(D) xingar o compadre pela ausência.

8 – A finalidade do texto é:
(A) fazer um convite.     (C) dar uma notícia.
(B) fazer um comunicado. (D) divulgar um produto.

Soluções caseiras
Se você já se ligou na importância de economizar energia, tome nota de dicas muito simples do que é possível fazer em casa para evitar o desperdício de eletricidade:
* Durante o dia, procure abrir as cortinas e as janelas para não ter de acender a luz. E na hora de escolher uma lâmpada, as fluorescentes são bem mais econômicas que as incandescentes, aquelas redondinhas comuns em qualquer lugar.
Ciências Hoje das crianças. Rio de Janeiro: SBPC, Ano 11, jul., 1998.


9 – No texto Soluções Caseiras,  o autor faz recomendações sobre:
(A) a economia de energia
(B) as vantagens da eletricidade.
(C) as fontes de energia.
(D) os riscos da eletricidade.

Prisioneiro
Numa gaiola de pau
Um pica-pau
Fica mau.
Fica
Mau,
Fica,
E o pau
Pica
O pica-pau
Sidônio Muralha
10 – . A palavra Prisioneiropode ser substituída, sem mudar o sentido, por
(A) liberto.                 (C) detento.
(B) solto.                    (D) guerreiro.

Leia o texto.
O mundo é grande
O mundo é grande e cabe
Nesta janela sobre o mar.

O mar é grande e cabe
Na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe
No breve espaço de beijar.
Carlos Drummond de Andrade
11 – 11.O poema trata
(A) das coisas grandes que cabem em pequenos espaços.
(B) da cama e do colchão.
(C) da janela do mar.
(D) do amor exagerado
BRINCADEIRA
Francisco da Silva Pereira, 2ª série.
Queimada é assim: dois times ficam separados e quem fica com a bola tem que queimar alguém do outro time e quando queima essa pessoa vai para o morto. Quando a pessoa queimada agarra a bola, ela pode queimar o inimigo do outro time. Vence o jogo quando acabarem os participantes do outro time.
12 – Esse texto serve para:
(A) ensinar uma brincadeira.
(B) vencer um jogo.
(C) separar o time.
(D) arranjar inimigo.

13 – Segundo o texto, a pessoa queimada pega a bola e:
(A) sai do jogo.
(B) fica com ela.
(C) queima um inimigo do outro time.
(D) o jogo termina.


Pepita a piaba
Lá no fundo do rio, vivia Pepita: uma piaba miudinha.
Mas Pepita não gostava de ser assim.
Ela queria ser grande... Bem grandona...
Tomou pílulas de vitaminas... Fez ginástica de peixe... Mas nada...
Continuava miudinha.
—O que é isso? Uma rede?
Uma rede no rio! Os pescadores!
Ai, ai,ai,... Foi um corre-corre... Foi um nada-nada...
Mas... Muitos peixes ficaram presos na rede.
E pepita?
Pepita escapuliu... Ela nadou, nadou bem pra longe dali!

14 – No trecho Lá no fundo do rio vivia Pepita”, a expressão sublinhada dá idéia de:
(A) causa.                 (C)lugar.
(B) explicação.                     (D)tempo.

15 – O problema de Pepita terminou quando ela:
(A) ficou grandona.
(B) tomou pílulas de vitamina.
(C) caiu na rede dos caçadores.
(D) por ser miudinha, escapuliu fugindo para bem longe.

Leia o texto abaixo.

UM ESPETÁCULO PERIGOSO

Todos os anos, a estação das chuvas chega trazendo grandes tempestades, que fazem os rios transbordar. Geralmente, são acompanhadas de ventos fortes. Juntos, chuva e vento carregam tudo o que encontram pelo caminho. Os relâmpagos cruzam o céu. É um espetáculo, mas é preciso se proteger.
Durante as tempestades, os raios iluminam o céu. [...]
Duram menos de um segundo, mas podem matar, pois sua energia é muito grande. Geralmente, o raio atinge o ponto mais alto da região, como um edifício ou uma árvore isolada.
Por isso nunca pare debaixo de uma árvore durante um temporal, nem fique exposto em campo aberto.

A força da natureza: vulcões, furacões e terremotos.
São Paulo: Abril, 2000. p. 24. (Col. De olho no mundo.) (Fragmento.)
16 – De acordo com o texto, a estação das chuvas quando chega traz:
(A) poucos perigos a natureza.
(B) grandes tempestades, acompanhadas de raios e ventos fortes.
(C) nenhum tipo de perigo as pessoas.
(D) grandes prejuízos para a natureza.

17 – O texto chama de espetáculo:
(A) a tranqüilidade provocada pelas chuvas.
(B) a chuva e o vento que carrega tudo o que encontram pelo caminho.
(C) o perigo da tempestade provocada pelo vento.
(D o) raio atinge o ponto mais alto da região.

18 – Segundo o texto, não devemos ficar expostos em campo aberto durante um temporal porque:
(A) Faz muito frio.                           (C) Corremos risco de ser atingido por raios.
(B) Os rios transbordam.                (D) o vento é muito forte.
19 –“Todos os anos, a estação das chuvas chega trazendo grandes tempestades que fazem os rios transbordar”.A palavra grifada tem o mesmo sentido de
(A) derramar água em abundância.
(B) receber pouca água.
(C) não encher de água.
(D) carregar tudo que encontra.

20 – O tema do texto é:
(A) os relâmpagos que cruzam o céu.
(B) os perigos trazidos pela estação chuvosa.
(C) um espetáculo perigoso.
(D) o grande espetáculo natural.

21 – Nesse texto, o autor faz recomendações sobre:
(A) como se proteger dos raios do sol.
(B) c que fazer para não correr risco de ser atingido por raios.
(C) a importância da estação chuvosa.
(D) o espetáculo dos raios.

Leia.
“O pássaro cativo”
(trecho)
Armas, num galho de árvore, o alçapão;
E, em breve, uma avezinha descuidada,
Batendo as asas cai na escravidão.

Dás-lhe então, por esplêndida morada,
A gaivota dourada;
Dás-lhe alpiste, e água fresca, e ovos, e
Tudo;
Por que é que, tendo tudo, há de ficar
O passarinho mudo,
Arrepiado e triste, sem cantar? [...]
(Olavo Bilac)
22 – A expressão: “... uma avezinha batendo asas cai na escuridão”, tem o mesmo sentido de:
(A) cair durante a noite.
(B) a avezinha ficou presa no alçapão.
(C) a avezinha foi morta com armas do caçador.
(D) a avezinha bateu asas e fugiu.

23 – 01. A principal intenção desse texto é:
(A) mostrar a tristeza de um pássaro engaiolado.
(B) mostrar como o pássaro bem cuidado é feliz.
(C) mostrar como é bom ver a liberdade do passarinho.
(D) falar da moradia, das armas e do alimento dos pássaros.

24 – O assunto apresentado no texto é:
(A) a prisão do passarinho.
(B) a liberdade do passarinho.
(C) a vida dos passarinhos.
(D) a morada dos passarinhos.


25 – Segundo o texto, o passarinho mesmo tendo “casa”, água, comida e carinho vivia:
(A) alegre a cantar.
(B) com medo.
(C) arrepiado e triste.
(D) arrepiado e sem cantar.

26 – “Dá-lhe então, por esplendida morada, a gaiola dourada”.
A palavra grifada na frase refere-se:
(A) ao passarinho.
(B) a gaiola dourada.
(C) as armas.
(D) ao autor do texto.

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Que tal compartilhar!!!